Notícia

16 de Julho de 2010
RN cria mais de 2 mil novas vagas

Brasília (AE) – Mostrando recuperação da crise que afetou os números do mercado de trabalho no ano passado, o Rio Grande do Norte alcançou um saldo positivo na criação de empregos no fechamento do primeiro semestre de 2010. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados ontem pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), nos seis primeiros meses do ano foram mais de 8,1 mil novas vagas. Somente em junho, o saldo cresceu mais de 262% passando de 736 empregos novos para 2.670 postos.

 

Os dados se referem ao saldo, calculado através da diferença entre a quantidade de contratações e desligamentos. Esse é o terceiro melhor desempenho para o mês de junho na geração de empregos, sendo superado apenas pelos resultados dos anos de 2008 (3.442 postos) e 2004 (3.266 postos). A geração de novas vagas de emprego no primeiro semestre de 2010 no RN só fica atrás do primeiro semestre de 2004, quando foram gerados 9.485 novos postos.

 

No sexto mês do ano, a Indústria de Transformação liderou a geração de empregos com um saldo de 1.005 vagas. Por outro lado, o setor de Serviços foi o que mais demitiu: foram 3,7 mil demissões nos últimos 30 dias do primeiro semestre.

 

Mesmo assim, o Rio Grande do Norte mostra recuperação. Tomando por base o acumulado dos seis primeiros meses de 2010 na comparação com o mesmo período do ano passado, percebe-se uma evolução. Enquanto neste ano o saldo foi positivo, no ano passado, o resultado mostrava um número de 14,5 mil demissões a mais que contratos.

 

“Esses resultados mostram que o Rio Grande do Norte está no caminho certo para o desenvolvimento. A oferta de empregos continua crescendo e isso se deve aos investimentos que estamos buscando para o nosso Estado”, avalia o governador Iberê Ferreira de Souza.


Autor: Tribuna do Norte


WhatsApp

Outras Notícias