Memorial da Resistência

Teatro Municipal Dix-Huit Rosado

Biblioteca Municipal

Vista Aérea

Vista Aérea

Notícia

01 de Fevereiro de 2018
Shoppings centers faturam R$ 167 bilhões e comemoram crescimento

Mesmo em meio ao cenário econômico adverso dos últimos anos, a indústria de Shoppings Centers cresceu 6,2% em 2017, na comparação com o ano anterior. De acordo com dados do Censo Abrasce, pesquisa detalhada sobre os shoppings feita pela Associação Brasileira de Shopping Centers em parceria com o Grupo de Estudos Urbanos (GEU), o setor faturou cerca de R$ 167,7 bilhões no acumulado de 2017.

A principal explicação para o bom resultado está no dinamismo dos empreendimentos, que já não são mais locais de compra, mas sim centro de lazer e entretenimento. Essa tendência visa atrair ainda mais os consumidores para os malls, que contaram com mais de 460 milhões de visitantes ao longo do ano, um aumento de 5,6% comparado a 2016.

A indústria de Shoppings Centers representa 2,57% do Produto Interno Bruto (PIB), o que reflete no número de empregos no setor. Em 2017, foram registrados mais de um milhão de novos postos de trabalho, 1,27% a mais do que no ano anterior.

Hoje, o Brasil conta com 571 empreendimentos. Destes, 12 foram inaugurados no ano passado, aumento de 2,33%, e mais de 100 mil lojas (+2,31%). A expectativa é que, até o final de 2018, 23 novos shoppings abram. A área buta locável (ABL) alcançou, também em 2017, 15,5 milhões de metros quadrados dedicados às lojas e serviços. O número de lojas também já cresceu e soma 102.300 unidades.

“O setor de shopping center é resiliente, principalmente em razão de estratégias consistentes e profissionalismo dos empreendimentos. Além disso, o balanço positivo reflete a mudança no comportamento do consumidor que está retomando a confiança financeira e está disposto a gastar mais”, afirma o presidente da Abrasce, Glauco Humai.

 

Com informações da Tribuna do Norte


Autor: Assessoria de Imprensa


WhatsApp

Outras Notícias