Notícia

09 de Fevereiro de 2015
CDL MOSSORÓ APRESENTA PLANO DE SEGURANÇA À PREFEITO

A Câmara de Dirigentes Lojista de Mossoró (CDL) e outras entidades estiveram reunidas na manhã desta sexta-feira (06) com o prefeito Francisco José da Silveira Júnior para apresentarem a pauta de segurança desenvolvida por elas. O intuito do encontro é que o representante municipal apoie a parceria público-privada dos comerciários que entrarão com o reaparelhamento do CIOSP, entrando com a estrutura do prédio e também a efetivação de mais homens no monitoramento das câmeras.

A necessidade da reunião com as esferas públicas surgiu diante da falta de segurança sofrida pelos comerciários do centro de Mossoró. Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Mossoró (Sindivarejo), Michelson Frota, muitos empresários fecham as suas empresas no horário do almoço e também antes das 18h por conta da alta da violência. “Com esse aumento de assaltos, os comerciantes estão fechando para almoço, eles sofrem com isso porque deixam de ganhar, mas também sofrem os clientes que só tem aquele horário”, enfatiza.

O prefeito de Mossoró recebeu muito bem todas as pautas que estavam dentro do planejamento levado pela CDL, Sindivarejo, Acim e OAB, discutindo ponto a ponto com todos que estavam presentes e prometeu que sua prioridade será estruturar um prédio no centro de Mossoró que possa abrigar o Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOSP), assim como também disponibilizar efetivos que possam fazer o monitoramento das câmeras cedidas pelos empresários. “Minha prioridade é devolver a segurança aos mossoroenses. E com certeza a questão coletiva esta acima das pessoais”, finaliza Silveira Júnior.

A tentativa das entidades presentes na reunião é que o tempo de resposta da polícia seja diminuído, para que assim possam sanar a falta de segurança dos comerciários. O presidente da Câmara dos Dirigentes Lojista, Getúlio Vale, ressalta que a situação requer urgência. “Não importa o tamanho da estrutura, precisamos que seja imediato. Tenho certeza que buscando uma saída para a violência que nos assola, mais comerciantes levaram suas empresas para o centro da cidade, trazendo mais emprego e também receita para a cidade”, esclarece.

Após a apresentação do plano feito para o município, os representantes das entidades levarão o planejamento desenvolvido para o estado para apresentarem ao Governador Robson Faria. “Sabemos que algumas reivindicações fogem do âmbito municipal, então elaboramos pautas que sejam cabíveis ao gestor do Rio Grande do Norte”, comenta Paulo Cesário, presidente da Comissão de Segurança da OAB.


Autor: Assessoria de Imprensa


WhatsApp

Outras Notícias